Exame oftalmológico em idade escolar

Para crianças e adolescentes em período escolar é imprescindível um exame oftalmológico. Ele servirá para detecção de possíveis problemas que podem prejudicar o rendimento.

Conforme demonstram as campanhas realizadas, o número de crianças em torno de 6 a 9 anos que precisam usar óculos passou de 10% para 20% nos últimos dez anos. Entre os fatores apontados para esse aumento está a falta de convivência em ambiente externo (brincam menos ao ar livre). Cada vez mais as crianças começam precocemente a usar joguinhos, tablets, entre outros, e o uso frequente desses eletrônicos pode prejudicar a visão.

Assim, toda criança/adolescente deve ser avaliada por um médico oftalmologista no início do ano letivo, pois podem não perceber a existência de um problema ocular que precisa ser corrigido. Muitas vezes, também não conseguem expressar que estão com alguma dificuldade. Pais e professores devem estar atentos aos sintomas: dor de cabeça, olhos irritados, dificuldade para fazer as tarefas, franzir a testa, falta de atenção e tropeços com frequência. Esses são indícios de que a criança pode ter algum problema visual.

Para finalizar, é importante destacar que 80% da relação do indivíduo com o mundo se dá através da visão. E até os 8 anos de idade, a criança ainda está em formação visual, por isso devem ser feitas consultas periódicas.

Neste sentido, o recomendável é que o primeiro exame seja feito entre 6 meses a 1 ano de idade. Depois 1 ano e meio e 3 anos. Aos 5 anos e  aos 8 anos de idade também são importantes avaliações oculares. Porém, a qualquer indício ou suspeita de alguma anormalidade, visitas ao oftalmologista devem ser consideradas.

Fonte: Sociedade Brasileira de Oftalmologia.