Anel Intraestromal (Anel de Ferrara)

O anel intraestromal é uma das modalidades para tratamento cirúrgico de ceratocone. Ele consiste no implante de segmentos de aneis confeccionados em polimetilmetacrilato (mesmo material utilizado para confecção das lentes utilizadas na cirurgia de catarata) no interior da córnea. Estes aneis possuem o objetivo de diminuir o abaulamento corneano provocado pelo ceratocone e diminuir as aberrações corneanas, melhorando a acuidade visual e/ou a adaptação de óculos/lentes de contato.

AnelAtualmente estão disponíveis vários modelos no mercado. Além disso, o implante pode ser estritamente manual com instrumentais específicos ou utilizando laser de fentossegundo (tecnologia recente para cirurgia oftalmológica) para a confecção dos túneis onde os aneis se alojam.

Existem alguns critérios para que a cirurgia de implante de anel intraestromal possa ser realizada: o ceratocone não pode ser muito avançado, a córnea não pode ser muito afinada na região onde se pretende implantar o anel e  a córnea não deve ter cicatrizes no centro da visão. Os pacientes candidatos são aqueles que não possuem boa visão com óculos e/ou lentes de contato ou não se adaptam ao uso das lentes. Lembrando: mesmo após a cirurgia por vezes é necessário o uso de óculos ou lentes de contato para melhora da visão.

A cirurgia é realizada na maioria das vezes com anestesia tópica (colírios). Não há a necessidade de internação hospitalar. O acompanhamento é feito posteriormente no consultório médico e é preciso utilizar colírios. O remodelamento da córnea ocorre nos meses subsequentes, assim reavaliações periódicas são necessárias. O implante de anel intraestromal não possui o objetivo de impedir a progressão do ceratocone.