Herpes Ocular

Dor intensa, olho vermelho, sensação de corpo estranho e desconforto, lacrimejamento, aversão à luz (fotofobia) e diminuição da visão são sintomas comuns a vários problemas oculares, dentre eles a infecção ocular pelo vírus do herpes. O diagnóstico pode ser bastante difícil em alguns casos, devido à semelhança com uma conjuntivite infecciosa.

O herpes ocular pode ser causado pelo vírus Herpes Simplex (geralmente tipo 1) ou vírus Varicela Zoster (Herpes Zoster), e pode acometer diversas partes do olho, como a córnea, o corpo ciliar e a retina. Pode ainda haver a presença de lesões e vesículas em regiões periorbitárias e nas pálpebras.

Na maioria dos casos, o herpes ocular surge apenas em um dos olhos, apesar de ser possível o acometimento dos dois olhos, especialmente em pacientes imunocomprometidos. É importante ficar atento, pois quando não tratado rapidamente, este vírus pode causar sérios problemas como visão embaçada ou até mesmo cegueira nos casos mais graves.

Os vírus causadores do herpes podem ser transmitidos através do contato direto com as lesões herpéticas, como úlceras e bolhas labiais e de pele, por exemplo. Além disso, pacientes que já apresentaram lesões herpéticas, podem apresentar recorrências das lesões oculares mesmo sem ter novo contato com pacientes infectados, principalmente em situações de queda de imunidade, estresse, entre outros.

O tratamento irá depender do tipo de lesão apresentada, podendo ser utilizadas medicações tópicas ou sistêmicas (administradas através da via oral ou injetáveis em casos mais graves).

Se você está apresentando algum dos sintomas mencionados, procure um oftalmologista com urgência!