Adaptação de Lentes de Contato

Gelatinosas

Uma das maiores vantagens das lentes gelatinosas é a sua substituição antes que do material do qual é feita a lente deteriore. Isto reduz o risco de complicações. Assim, essas lentes proporcionam mais conforto, com menor ocorrência de depósitos de substâncias na lente, olho vermelho, alergias, conjuntivites e infecções.

Tipos de lentes gelatinosas descartáveis e de troca planejada

1. Descartáveis de um dia. Lentes usadas apenas por um dia. Podemos dizer que são as verdadeiras lentes descartáveis. São indicadas para quem faz uso ocasional das lentes, como para prática de esportes ou reuniões sociais, e para aqueles que têm sensibilidade às soluções usadas para limpeza e desinfecção das lentes.

2. Troca semanal ou quinzenal. É preferível que o usuário não durma com as lentes e as descarte corretamente.

3. Troca mensal. Existem as de material hidrogel e de silicone-hidrogel, este último mais permeável ao oxigênio e mais saudável para os olhos. O usuário deve retirar as lentes para dormir.

4. Cosméticas de troca mensal. Usadas para mudar a cor dos olhos, podem ter ou não grau.

5. Tóricas. São lentes que possuem grau para correção do astigmatismo. Existem as tóricas de material hidrogel e de silicone-hidrogel.

6. Bifocais e multifocais de troca mensal. São lentes para pessoas présbitas, com dificuldade de enxergar de perto e meia-distância. Também podem contemplar o grau de longe, caso necessário. São lentes que necessitam de testes pormenorizados e sua adaptação depende muito de fatores individuais.

7. Troca trimestral ou quadrimestral (anuais). Embora muito raras e pouco usadas , algumas fábricas produzem lentes com essas características.

Fonte: Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria Ocular.

Nós utilizamos cookies para aprimorar sua experiência de navegação, veicular anúncios ou conteúdo personalizado e analisar nosso tráfego. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com o uso de cookies.